Os 3 diferentes tipos de hidratantes: você sabe reconhecer?

Sempre comento, aqui no blog, o quanto a hidratação tópica é importante para a pele e como alguns problemas e condições de pele são erroneamente tratados de outra forma quando podem ser melhorados ou solucionados com o uso correto do hidratante.

Você sabia que hidratante não é tudo igual? Muita gente, hoje, já sabe que aquele creme corporal com cheirinho maravilhoso chamado de “desodorante hidratante” não é, de fato, um hidratante de verdade, capaz de manter sua pele hidratada, macia e protegida. Ele é perfeito para quem quer ficar perfumado, e só.

Mas, mesmo quando a gente olha para os “hidratantes de verdade”, cremes mais potentes, muitas vezes sem fragrância, e que conseguem proteger, devolver ou manter a hidratação da pele, há diferenças. Este produtos possuem funções bem distintas  e as diferenças estão profundamente relacionadas aos ingredientes principais da fórmula. Confira:

Umectantes

As loções umectantes têm a capacidade de atrair, absorver e manter por perto as moléculas de água. Por si só, este tipo de creme não hidrata a pele, mas se aplicado após o banho, quando a pele já está umedecida, consegue manter a pele hidratada por mais tempo. Após o banho, aliás, é o melhor momento para aplicar este tipo de produto.

Uma outra vantagem destes produtos é que muitos ingredientes que têm características umectantes acabam apresentando outros benefícios à pele, como é o caso do mel e da aloe vera (conhecida popularmente como babosa) que são, ambos, antioxidantes e anti-inflamatórios.

Portanto o mel, a aloe vera, a glicerina, o colágeno e a ureia (esta última compõe, em diferente concentração, toda a linha Ureadin, que já usei em meus focos de psoríase e é ótima) são alguns exemplos de ingredientes que fazem parte deste grupo.

Blog Valeu a Compra - Os 3 tipos de hidratantes

Oclusivos

Os produtos desta categoria não hidratam a pele mas criam uma barreira protetora que impede a perda de água, que é o principal problema de quem tem pele desidratada e ressecada. As peles oleosas não sofrem muito com falta de hidratação justamente porque os óleos produzidos agem como uma película protetora que evita o escape da hidratação natural da pele. Boa notícia para quem tem pele oleosa: os sinais de envelhecimento, como as linhas finas, demoram mais para chegar.

É preciso tomar cuidado com os produtos oclusivos porque se eles forem aplicados com a pele seca e desidratada, este quadro se agrava. O produto impede que um agente hidratante penetre na pele depois. O melhor uso para esta categoria de hidratante é nutrir a pele antes com um bom ingrediente específico para isso (preferencialmente após o banho, com a pele ainda úmida) e selar a hidratação com o ingrediente oclusivo.

São exemplos deste grupo os óleos minerais (como o Johnson’s Baby) e demais derivados do petróleo como a parafina e a vaselina; o silicone, a lanolina (extraída de lã de carneiro e presente no tradicional creme Nívea), a cera de abelhas, a lecitina (extraída de soja ou da gema de ovo) e as manteigas extraídas de plantas e frutas (manga, coco, karité).

Blog Valeu a Compra - Os 3 tipos de hidratantes

Emolientes

O hidratante emoliente é o único que posso dizer que hidrata de verdade. Os ingredientes deste grupo conseguem penetrar na pele e preencher as “lacunas” secas entre as células, o que não só deixa a pele mais macia e hidratada como melhora sua flexibilidade.

Os emolientes também possuem uma pequena característica oclusiva, impedindo a hidratação de “fugir” da pele, mas esta oclusão é bem mais fraca e dura menos tempo com relação aos oclusivos reais. Os cremes e loções emolientes tendem a ser menos espessos e, consequentemente, mais fáceis de espalhar do que os oclusivos.

Assim como alguns ingredientes umectantes, os emolientes também costumam apresentar alguma nutrição adicional à pele. E os produtos desta categoria apresentados em forma de óleo criam uma barreira protetora que previne o ressecamento.

Os ingredientes mais comuns deste grupo são os óleos vegetais (amêndoas, argan, coco – o óleo, já que a manteiga é oclusiva – jojoba, oliva, maracujá, uva, etc), que podem ser encontrados como óleo ou como parte da formulação de cremes e loções (para quem não gosta da textura do óleo). Quando parte da fórmula, é bastante comum as marcas cosméticas usarem mais de uma planta na composição.

Blog Valeu a Compra - Os 3 tipos de hidratantes

Qual a melhor forma de se hidratar, afinal?

Claro que cada tipo de pele merece um cuidado com produtos e ingredientes diferentes e o melhor conselho deve ser buscado junto a um dermatologista. Mas penso que uma regrinha pode ser tirada desta lição: os umectantes requerem a pele previamente umedecida, sendo ótimos para usar após o banho. Os emolientes podem ser aplicados depois dele, quando a pele já estiver secando, e são ótimos candidatos para serem levados na bolsa e reaplicados durante o dia. Os oclusivos podem ser usados depois da hidratação principal (após a aplicação do umectante e emoliente depois do banho) e direcionados apenas às áreas mais ressecadas do corpo, como calcanhares, joelhos e cotovelos.

Outro ponto é que alguns fabricantes misturam, num mesmo produto, ingredientes de 2 ou dos 3 grupos. Aqui vale o que sempre falo no blog: ler, pesquisar, se informar é sempre válido, mas não tenha medo de testar os produtos para encontrar aquele que melhor se adapta à sua pele e à sua rotina.

Para saber mais, dê uma olhadinha nos livros Korean Beauty Secrets: A Practical Guide to Cutting-Edge Skincare & Makeup de Kerry Thompson e Coco Park e The Little Book of Skin Care: Korean Beauty Secrets for Healthy, Glowing Skin da Charlotte Cho.

É isso!

Beijinhos,
Van

Este post não é um publieditorial.

Anúncios

16 comentários sobre “Os 3 diferentes tipos de hidratantes: você sabe reconhecer?

  1. Patrícia disse:

    Gostei muito da explicação ! Vc tem alguma indicação de marca de cremes umectantes? Pq não consigo usar cremes com textura oleosa😝
    Queria um creme que hidratasse mas não tivesse óleo.

    Curtir

  2. Eduardo Thomas disse:

    Boa tarde Van,

    Queria saber a respeito dos hidratantes da Vitturia, estou usando um de aveia que estou me dando muito bem. Pelo que aprendi aqui no seu site ele parece ser umectante, mas tenho dúvidas se ele também é emoliente. Parabéns pela matéria.

    Curtido por 1 pessoa

    • van disse:

      Olá, Eduardo!
      Olha, eu não conheço esta marca que você mencionou mas é bastante comum que loções e cremes hidratantes sejam uma misturinha até com os 3 tipos que mencionei aqui (caso dos hidratantes da L’Occitane au Brésil, por exemplo, em que a maioria traz óleo de semente de uva – emoliente, manteiga de karitê – oclusiva, glicerina – umectante e algum extrato vegetal calmante que varia de linha pra linha e que costuma atuar como umectante também). Dê uma olhadinha na composição e nos ingredientes do seu produto, se ele tiver óleo vegetal ele acaba atuando como emoliente, também. Só precisa ficar atento para fugir dos óleos minerais e outros ingredientes provenientes de petróleo. E, às vezes, a quantidade de óleo vegetal em um creme não é muita e aí pode-se complementar com um óleo vegetal puro, como a linha Sève da Natura, se a pessoa gosta da textura (tem gente que não gosta).

      Curtir

    • van disse:

      Oi, Antônio! Tudo bem? Olha, os melhores emolientes são os próprios óleos vegetais puros, como o Sève da Natura, que é 100% vegetal, ou o Nuxe, que tem uma mistura de 6 óleos vegetais, ou ainda o óleo de amêndoas doces que é baratinho e a gente encontra nas farmácias. Mas é sempre bom ficar de olho na composição porque alguns óleos são minerais não vegetais: é o caso do Johnson’s Baby ou os óleos do Boticário. Para quem não gosta da textura do óleo, de novo vale a dica de dar uma olhadinha no rótulo em busca dos óleos vegetais. Eu gosto muito dos cremes hidratantes da L’Occitane au Brésil que trazem, todos, em sua composição, óleo de semente de uva que é extremamente emoliente. A The Body Shop também traz nos seus hidratantes, tanto nos sorbets quanto nas manteigas, uma misturinha de óleos vegetais que varia de acordo com a linha do produto e alguns trazem um pouquinho de aloe vera, também, que é umectante. Lembrando que os ingredientes aparecem no rótulo na ordem de quantidade em que são usados, os mais usados aparecem primeiro. Vale sempre dar uma olhadinha nos rótulos e levar aqueles que têm mais óleo e manteiga vegetais em sua composição do que óleo mineral (ou nenhum óleo mineral). Alguns hidratantes famosos que são vendidos amplamente em supermercados trazem, como segundo ingrediente, logo depois da água, a Paraffinum Liquidum, que é óleo mineral, eu evito esses.

      Curtir

    • van disse:

      Oi, Thamires! Então, o que conheço foi apenas o que li no livro da Charlotte Cho e nele, em um capítulo, ela comenta sobre os spas familiares que existem na Coreia e que as pessoas vão lá para fazer esfoliação corporal e hidratação, acho que é o cuidado principal que seguem. E muita proteção solar, seja com roupas, chapéu e o protetor em si nas partes expostas do corpo. Beijinhos

      Curtir

  3. lougarcez disse:

    Oi, Van! Parabéns pelo post! Posso aplaudir mil vezes? Uso o creme Nívea depois do meu hidratante habitual, exatamente nas regiões q vc citou! Vc pode me dar dicas de hidratantes emolientes? Te agradeço desde já! Bjs!

    Curtido por 1 pessoa

    • van disse:

      Oi, Lou! Obrigada, lindona!
      Olha, os melhores emolientes são mesmo os óleos vegetais. A linha Sève da Natura, por exemplo, é quase toda 100% vegetal. O próprio óleo de amêndoas doces, aquele baratinho que a gente encontra nas farmácias, é uma boa opção. Mas a gente tem que ficar de olho aberto porque alguns óleos cosméticos são minerais, não vegetais, e o óleo mineral é oclusivo (os óleos do Boticário são quase todos minerais e o Johnson’s Baby, aqui no Brasil, é mineral também – em alguns países ele é vegetal, precisa consultar). Pra quem não gosta da textura/consistência do óleo, pode partir pra um creme que tenha bastante óleo vegetal na composição. Os cremes corporais da Nívea contêm óleo vegetal e mineral como ingredientes, não sei em qual proporção mas gosto da marca e confio na mistura dela. A linha Tododia Algodão da Natura tem bastante óleo vegetal, também. Os hidratantes que tiverem como proposta principal as castanhas (que são óleo em “pedacinhos”), quaisquer que sejam, têm uma chance grande de serem emolientes (aqui, de novo, penso na Natura que tem a linha de macadâmia para pele extrasseca). A L’Occitane au Brésil tem feito uma misturinha muito boa nas suas loções que são super levinhas perfeitas pra serem reaplicadas durante o dia: a maioria delas têm óleo de semente de uva (emoliente), manteiga de karitê (oclusiva), glicerina (umectante) e algum extrato vegetal calmante (que varia de linha pra linha) e que costuma atuar como umectante também. E, para finalizar, partindo para dermocosméticos mais “sérios”, tudo que aparecer com o termo “relipidizante” é emoliente (quem tem: La Roche-Posay, Avène, Mustela, Uriage, só para citar algumas, e aí qualquer uma dessas marcas dá pra se jogar de olho fechado – particularmente prefiro Avène e Mustela). Beijinhos! <3

      Curtido por 1 pessoa

      • lougarcez disse:

        Oi, Van! Td bem? nem sei como te agradecer! Estou usando o Sève Rosas e Champagne, com toque seco. Gosto demais da Natura e, para a minha sorte, vende aqui! Não curto os óleos corporais da O Boticário! Além de tudo eles me deixam com petéquias bem aparentes. Em termos de dermocosméticos, aqui há pouquíssima opção. Vou observar os produtos com o termo q vc citou. Muitíssimo obrigada e ótima semana para vc! Mil bjs! ;) <3

        Curtido por 1 pessoa

  4. Letícia disse:

    Eu adoro hidratar o corpo com óleo de amêndoas, além de ter um cheirinho suave e gostoso, sinto que a pele fica muito melhor do que quando uso outros tipos de cremes por aí..

    Curti bastante a explicação 😉

    Beijo! :*

    Curtido por 1 pessoa

    • van disse:

      Oi, Le! Eu sou super fã dos óleos vegetais também, se bem que agora pro verão prefiro aqueles que têm toque mais sequinho… E concordo contigo: comigo, os óleos funcionam melhor do que muito creme.
      Bjinhos!

      Curtir

Deixe uma mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s